Crédito: Seeb Porto Alegre
Seeb Porto AlegreAssembleia dos bancários de Porto Alegre nesta segunda-feira

Os banrisulenses deram mais uma mostra de que estão firmes na luta pela conquista de direitos. Nesta segunda-feira, dia 14, por unanimidade, eles votaram pela manutenção da greve por tempo indeterminado em assembleia dos bancários, realizada no salão da Igreja da Pompéia, em Porto Alegre. Os trabalhadores do Banrisul também decidiram estabelecer um calendário de lutas e uma plenária organizativa nesta terça-feira, dia 15, às 14h, no Clube do Comércio.

A greve completa 27 dias nesta terça-feira no Banrisul. Os funcionários buscam, entre outros avanços na pauta específica, igualdade de oportunidades, fim das metas abusivas, fim do assédio moral, avanços na PLR e no piso Banrisul. Os colegas da TI e do Call Center também têm demandas específicas.

Reivindicações da pauta específica dos banrisulenses:

Igualdade de oportunidades

Mais transparência nos critérios de Remuneração Variável (RV)

Basta de assédio moral e metas abusivas

Avanços na PLR e no Piso Banrisul

Avanços no Plano de Carreira

– Aceleração no enquadramento dos empregados que estão defasados em relação a tempo e serviço, aplicando a regra a partir de janeiro de 2014.

– Aumentar o percentual do step de progressão por tempo de serviço e por merecimento.

– Elabora critérios mais claros para progressão por merecimento

– Aumentar o número de vagas da progressão por merecimento, entre outras questões específicas.

TI

> Ajuste de mercado

> Incentivo de nível de comissão

> Recomposição salarial no piso do Quadro T.I. 2

Call-Center

> Melhores condições de trabalho

> Gratificação R$ 1.120


Fonte: Contraf-CUT com Seeb Porto Alegre

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster