A agência Boa Viagem do Itaú foi assaltada no início da noite da última sexta-feira, dia 24. Por volta das 18 horas, os bandidos derrubaram, com uma marreta, a porta de acesso para deficientes físicos e abordaram funcionários e vigilantes.

“Como não havia mais dinheiro nos cofres e no caixa, eles ficaram bastante irritados e chegaram a agredir fisicamente o gerente-geral da unidade”, conta o secretário de Formação do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, João Rufino.

Segundo o dirigente sindical, não é a primeira vez que essa agência é alvo de assalto. No ano passado, a mesma unidade sofreu a ação de bandidos.

“O Itaú não cumpre as exigências previstas na Lei de Segurança Bancária. Esperamos que, dentro do prazo de 90 dias estabelecido em acordo, o projeto-piloto de segurança seja cumprido e todas as unidades estejam de acordo com a Lei”, afirma o sindicalista.

Além do gerente geral, três outros funcionários estavam no local da hora do incidente. Nesta segunda-feira, dia 27, um psicólogo do banco visitou a unidade.

“A gente orienta os bancários a procurarem o Sindicato para garantir a emissão da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho). Caso, no futuro, eles venham a sofrer algum transtorno por conta do trauma, o documento é a garantia de que se trata de acidente de trabalho”, explica Rufino.

Fonte: Contraf-CUT com Seec Pernambuco

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster