Crédito: Fetrafi-RS
Fetrafi-RS
Após a Semana Farroupilha, movimento cresceu e atingiu todos os bancos

A greve nacional dos bancários foi retomada nesta segunda-feira (23) com grande adesão em todo o Rio Grande do Sul. Segundo informações dos sindicatos do Interior à Fetrafi-RS, 350 agências foram paralisadas. Na capital, o SindBancários contabilizou 286 unidades em greve. No total foram 636 agências fechadas.

Os números comprovam um movimento crescente e massivo de greve. “A tendência para esta terça-feira (24) é de ampliação do movimento, com adesão de novas unidades e de mais trabalhadores de bancos públicos e privados”, analisa o diretor da Fetrafi-RS e integrante do Comando Nacional dos Bancários, Arnoni Hanke.

No interior, o Banrisul lidera o ranking das paralisações com 126 agências em greve, seguido pela Caixa com 80. Entre os bancos privados, o destaque é o Bradesco, com 40 unidades paralisadas. Santander e Itaú possuem 31 e 28 agências em greve, respectivamente.

Os bancários reivindicam aumento real, valorização do piso salarial, PLR maior, mais empregos e fim da rotatividade, melhores condições de saúde e trabalho, mais segurança nas agências e igualdade de oportunidades. Eles aprovaram a greve por tempo indeterminado nas assembleias realizadas em todo o país no dia 12, depois de quatro rodadas duplas de negociação com a Fenaban.

Os bancos apresentaram a única proposta no dia 5 de setembro, com reajuste de 6,1% (que apenas repõe a inflação), rejeitada pelos bancários em assembleias em todo o país.

Fonte: Contraf-CUT com Fetrafi-RS

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster