A greve nacional dos bancários que completou nesta segunda-feira (19) o seu décimo quarto dia segue crescendo em todo o País. A cada dia que passa o número de bancários que aderem ao movimento só fez crescer desde que a paralisação teve início, no dia 06 de outubro, com 6.251 agências e centros administrativos fechados chegou nesta segunda a 12.536 atingindo 26 Estados mais o Distrito Federal.

Na base do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Dourados e Região a paralisação atingiu o seu auge já na semana passada, com todas as 50 agências dos 13 municípios paradas, quadro que se manteve nesta segunda-feira.

Confira o quadro de paralisação por município: 23 em Dourados, 04 em Maracajú, 04 em Caarapó, 04 em Rio Brilhante, 03 em Fátima do Sul, 02 em Nova Alvorada do Sul, 02 em Itaporã, 02 em Glória de Dourados, 02 em Deodápolis, 01 em Jatei, 01 em Douradina, 01 em Vicentina e, 01 em Juti. Além de mais 03 PABs (Posto de Atendimento Bancário) do Bradesco.

O número de agências fechadas por banco está assim distribuído: 18 do Banco do Brasil, 13 da Caixa Econômica, 11 do Bradesco, 03 do Itaú, 02 do Santander e, 03 do HSBC, além dos 03 PABs do Bradesco.

A pauta de reivindicações foi entregue à Fenaban no dia 11 de agosto. A primeira rodada de negociação aconteceu logo depois, dia 19. Na pauta, emprego, assunto importante, mas negado pelos bancos. Foram seis rodadas com temas variados, como segurança, saúde e igualdade de oportunidades. Não houve avanço em nenhum dos encontros.

Fonte: Seeb Dourados

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster