Crédito: Seeb São Paulo
Seeb São Paulo
Bancários iniciam paralisação por tempo indeterminado

“Todos os bancários têm de fortalecer a mobilização, conversar com colegas, inclusive de outros bancos, para ampliar cada vez mais a paralisação. Todos os bancários têm de entrar nessa luta para mostrarmos aos bancos que não encerramos essa campanha se não houver aumento real, valorização no piso e vales, PLR maior, e medidas que garantam condições dignas de trabalho”. A convocação é da presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Juvandia Moreira, logo nas primeiras e chuvosas horas da greve nacional por tempo indeterminado, iniciada nesta quinta-feira 19.

Na capital e no centro de Osasco, a paralisação foi iniciada nas agências. Na zona norte estão fechadas unidades dos corredores da Rua Voluntários da Pátria, Tucuruvi e Guilherme Cotching. Na sul, região da Avenida Ibirapuera; na zona oeste estão parados os corredores das ruas Cunha Gago, Teodoro Sampaio, Pedroso de Moraes, Fradique Coutinho, dos Pinheiros e Avenida Rebouças. Na leste, Jardim Anália Franco e adjacências. Bancários dos centros velho e novo de São Paulo e do centro de Osasco, além do corredor da Avenida Paulista, também paralisaram as atividades.

Em agência da Caixa na Avenida Pailista, a adesão foi maciça. “Achamos uma palhaçada a proposta da Fenaban. Também é um absurdo o que estão fazendo: abrindo agências com 7 funcionários. Aqui temos 80 e precisamos de uns 120, no mínimo”, relatou um dos funcionários.

O início do movimento foi decidido em assembleia realizada na Quadra dos Bancários no dia 12 em resposta à proposta de índice 6,1%, sem aumento real, feita pela federação dos bancos (Fenaban) para reajustar salário, piso e verbas como os vales refeição e alimentação. O Sindicato orienta os trabalhadores a se dirigirem às regionais e à sede da entidade caso necessitem de faixas e cartazes para ampliar a mobilização.

Na noite da quarta 18, assembleia organizativa definiu a realização de passeata na próxima terça 24, na Avenida Paulista, com concentração a partir das 16h no vão livre do Masp.

Assembleia

Os bancários realizam nova assembleia para avaliar o movimento na segunda 23, às 17h, na Quadra (Rua Tabatinguera, 192, Sé).

Comando de greve

Integrado por dirigentes do Sindicato, da Fetec-CUT/SP, da Contraf-CUT, cipeiros de todos os bancos, delegados sindicais da Caixa Federal e do Banco do Brasil, o Comando de Greve reúne-se nesta quinta 19 e na sexta 20, às 17h, na sede do Sindicato (Rua São Bento, 413). Outros bancários também podem participar. Na segunda 23 a reunião ocorre às 16h, na Quadra.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb São Paulo

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster