Crédito: Seeb Criciúma
Seeb CriciúmaVitória contra a tentativa do banco de impedir a luta dos bancários

A 1ª Vara do Trabalho de Criciúma (SC) negou liminar de interdito proibitório para o Itaú. Segundo o despacho emitido pelo Juiz do Trabalho, Ricardo Jahn, o artigo 9º da Constituição Federal garante a liberdade do exercício do direito de greve, entregando aos trabalhadores a decisão de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender. “Entendendo que não ficou configurado a posse do banco e sim o regular exercício do direito de greve’, explicou o advogado do Sindicato dos Bancários de Criciúma e região, Iremar Gava. 

Na última semana, a Justiça já havia dado parecer favorável aos bancários negando interdito para o Banco do Brasil e o Santander. 

Todas as agências continuam fechadas. A greve nacional dos bancários completa 16 dias nesta sexta-feira (4) com 43 agências fechadas nos nove municípios da região. 

No país, a paralisação vem crescendo a cada dia com 11.406 agências fechadas no 15º dia de greve, conforme levantamento da Contraf-CUT.

O Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, se encontra de plantão em São Paulo à disposição para a retomada das negociações com os bancos.

Os pagamentos de benefícios para as pessoas que irão receber o auxílio-doença, não possuem cartão, aposentados que necessitem renovar a senha ou demais casos, estão sendo feitos em todas as agências da região das 10h às 12h. 


Fonte: Contraf-CUT com Seeb Criciúma

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster