Interditobradesco 6x6

Interditobradesco 6x6
Na base do Sindicato dos Bancários da Paraíba a adesão à greve continua forte, com o índice de 91,85% nesta sexta-feira, 27, nono dia de paralisação. Forte também continua a intransigência dos banqueiros, que fogem mais uma vez da negociação e tentam enfraquecer a luta dos bancários apelando para o artifício dos Interditos Proibitórios.

Pela manhã, o gerente da agência Duque de Caxias, do Bradesco, apresentou ao comando de greve uma cópia do mandado proibitório em que o Juiz do Trabalho Normando Salomão Leitão, deferiu o pedido de liminar, determinando “o livre acesso dos correntistas ao atendimento das agências do Bradesco, bem como aos empregados que queiram trabalhar”. O magistrado também arbitrou uma multa diária no valor de R$ 5.000 em caso de descumprimento da ordem judicial.

No início da tarde, o presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, foi notificado por um oficial de justiça, recebendo o mandado proibitório. “O nosso movimento é pacífico e ordeiro, com a adesão democrática da categoria que representamos. Portanto, fazemos apenas o piquete de convencimento e não impedimos a entrada de ninguém. Agora, se a agência não dispõe de funcionários, por conta da greve, o problema do atendimento é do banco, que se recusa a negociar com os grevistas”, argumentou.

Em busca de proposta decente

Comando Nacional dos Bancários se reuniu nesta quinta-feira (26), na sede da Contraf-CUT, em São Paulo, para fazer um balanço do movimento na primeira semana e decidiu ampliar a paralisação para forçar os banqueiros a apresentarem uma nova proposta que contemple as reivindicações econômicas e sociais dos trabalhadores.

O Comando também aprovou nota oficial reafirmando a decisão de intensificar a greve, manifestando a disposição de negociação e responsabilizando os presidentes da Fenaban e dos seis maiores bancos pelo fechamento do diálogo com os bancários.

“O índice de adesão na nossa base é muito bom e a greve está crescendo em todo o país, o que significa que estamos no caminho certo. Já enviamos o nosso recado aos bancos, mas precisamos intensificar a mobilização, porque banqueiro não dá nada a ninguém; tudo o que conquistamos até hoje foi na luta. E agora não vai ser diferente. Portanto, vamos ampliar a greve”, concluiu Marcos Henriques, que também é membro do Comando Nacional dos Bancários.

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster