Crédito: Seeb Curitiba
Seeb Curitiba
Bancários fortalecem greve para arrancar nova proposta dos bancos

No Paraná, apesar das práticas antissindicais dos bancos, os bancários continuam ampliando a greve nacional deflagrada no dia 19 de setembro para quebrar a intransigência dos banqueiros.

Na base da Fetec-CUT/PR, 831 agências permanecem fechadas nesta quarta-feira (9), 21º dia de greve da categoria. São 364 agências na base de Curitiba e região e 467 nas demais bases dos Sindicatos de Apucarana, Arapoti, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Guarapuava, Londrina, Paranavaí, Toledo, Umuarama e respectivas regiões.

Cerca de 20,4 mil bancários estão de braços cruzados, sendo 14,8 mil em Curitiba e região e 5,6 mil nas demais bases da Fetec-CUT/PR.

Em todo Estado, somando as demais regionais da Feeb-PR, são 26.910 bancários que aderiram à paralisação de um total de 31,3 mil bancários. A base da Feeb-PR inclui os Sindicatos de Cascavel, Cianorte, Foz do Iguaçu, Goioerê, Maringá, Paranaguá, Pato Branco, Ponta Grossa, Telêmaco Borba e União da Vitória.

Nesta quarta-feira, uma nova negociação foi agendada entre o Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, e Fenaban para ocorrer nesta quinta (10), às 10 horas, em São Paulo. Os bancários esperam uma proposta decente dos bancos.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Curitiba e Fetec-CUT/PR

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster