Queda de 1% é pouco, mas pressão do movimento sindical contraria especuladores, que esperavam menos – Diante do necessário, queda de 1% é pouco. Porém, diante do conservadorismo do BC e das pressões do mercado financeiro, que apostava em queda menor, acreditamos que a pressão do movimento sindical contribuiu para o índice anunciado hoje. 
 
Esperamos que isso represente o início de um processo duradouro, pois a redução da taxa básica de juros contribui para o enfrentamento da crise – 1% a menos na Selic retira R$ 15 bilhões da ciranda financeira.

Cobraremos não só a continuidade da redução da Selic, como também que os bancos cumpram sua parte e derrubem o spread, liberem crédito e não demitam trabalhadores.

Artur Henrique, presidente nacional da CUT

Fonte: CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster