As manifestações tomaram as ruas de mais de 30 cidades pelo Brasil

A Contraf-CUT, suas federações e os seus sindicatos filiados tiveram, mais uma vez, papel relevante nas Marchas em Defesa da Democracia, da Liberdade e dos nossos Direitos, realizadas por todo o Brasil, nesta quinta-feira (20), e que ocorreram num clima de festa alegre e irreverente de celebração do povo.

Fomos às ruas somar nossas vozes às de milhares que, sem ódio e sem alimentar preconceitos, atenderam aos chamados da CUT, outras centrais sindicais e movimentos sociais para marchar em defesa da nossa frágil democracia e dos nossos direitos ameaçados.

Incomoda profundamente aos bancários este cenário em que vivemos!

Nossos empregos e nossos direitos, duramente conquistados por gerações de lutadores que nos antecederam, estão ameaçados por uma elite conservadora e por um congresso inimigo do povo.

Direitos humanos e sociais estão ameaçados: a maioridade penal, a antecipação do emprego para o adolescente, cobrança de atendimento pelo SUS por quem tenha plano de saúde, ampliação da idade mínima para aposentadoria, revisão dos marcos jurídicos para as áreas indígenas, a aceleração da liberação de licenças para intervenção em áreas ambientais e outros mais.

Para piorar o cenário uma “Agenda Brasil”, contendo estes ataques a direitos, foi gestada em áreas do governo e negociada com o Congresso para ser votada imediatamente, colocando os movimentos sociais de prontidão.

Fomos às ruas protestar contra estas possibilidades de aventuras antidemocráticas e demos uma resposta enérgica aos golpistas: Não vai ter golpe!

Ao mesmo tempo, mandamos um recado objetivo para o governo federal: os movimentos sociais que apoiaram a reeleição da presidenta, movidos por um plano de governo de esquerda e a favor dos direitos dos trabalhadores, estão alertas! Voltaremos às ruas sempre que for preciso!

Não vamos concordar em nenhum momento com os golpes da oposição derrotada, na intenção de desestabilizar o governo ou a democracia, mas não vamos silenciar se nossos direitos forem colocados em risco por quem quer que seja.

Nós temos lado, todos sabem!

Estamos do lado dos trabalhadores e das trabalhadoras!

Roberto von der Osten – Presidente da Contraf-CUT

 

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster