Um bando ainda não identificado pela polícia furtou uma quantia em dinheiro de uma agência do Banco do Brasil em Roraima, no município de Mucajaí, entre a noite de sábado 28 e a madrugada de domingo 29.
 

Os autores do crime entraram pelos fundos e usando um maçarico arrombaram o cofre. O furto foi percebido na manhã de ontem, com a chegada de um funcionário, que informou à polícia a quantia levada. Até a tarde de ontem, nenhum suspeito havia sido identificado.

Os bandidos fizeram um buraco na parte de trás da agência, com cerca de 50×50 centímetros, exatamente ao lado de onde se encontrava o equipamento de alarme e filmagem. Dessa forma os bandidos conseguiram anular a ação dos dois equipamentos e entrar no banco sem serem percebidos. Possivelmente com uso de um maçarico, os assaltantes conseguiram acertar a trava para abrir o cofre, de onde retiraram a quantia. Por detalhes como esse, a polícia acredita que o crime tenha sido cometido por pelo menos quatro pessoas.

É provável que os assaltantes tenham aproveitado um momento de falta de energia elétrica no município, o que no dia da ação aconteceu às 21h30 e se prolongou até a madrugada.

A polícia do município acredita que o crime tenha sido cometido por foragidos do sistema prisional, que teriam partido da capital somente para fazer o furto, possivelmente com informações de alguém daquela localidade. Os mesmos bandidos seriam os autores de outros assaltos ocorridos em Mucajaí.

HISTÓRICO

No mês de março, houve uma tentativa frustrada de furto em um caixa eletrônico, instalado no prédio particular de uma loja de material de construção localizada na avenida Ataide Teive, no bairro Silvio Leite. Possivelmente com o uso de um maçarico, os desconhecidos tentaram abrir um buraco em uma das laterais do caixa forte, mas erraram o alvo, não conseguiram o objetivo e acabaram fugindo sem levar nada.

O último caso semelhante havia sido registrado em março do ano passado. Na ocasião, em ação tão ousada e bem planejada quanto a de Mucajaí, bandidos fizeram um buraco no caixa com um maçarico e também teriam furtado R$ 50 mil, valor não confirmado pela empresa.

Nesse caso específico, a polícia conseguiu chegar a alguns suspeitos dias depois e também houve a prisão preventiva de alguns dos envolvidos.

Fonte: Yana Lima – Folha de Boa Vista

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster