Uma quadrilha de pelo menos seis pessoas fez um policial militar refém após assaltar uma lotérica, por volta do meio-dia de segunda-feira, dia 5 de setembro, em Arambaré, município da base do Sindicato dos Bancários de Camaquã, na região sul do Rio Grande do Sul. Segundo a Brigada Militar (BM), o bando chegou ao local a pé e anunciou o assalto à lotérica.

Depois do crime, os ladrões se dirigiram a um posto de gasolina, que fica em frente ao estabelecimento. No local, roubaram uma caminhonete importada e fizeram refém o policial militar, que estava de folga. Além da caminhonete, o grupo usou um Gol vermelho para fugir.

Após percorrer nove quilômetros pela estrada que liga o município a Tapes, eles abandonaram o refém e, em seguida, trocaram o carro da vítima por outro, também roubado. A BM conseguiu capturar dois homens,uma mulher e uma adolescente, suspeitos pelo assalto.

A polícia informou que dois homens fugiram. Eles estariam sendo procurados em propriedades rurais entre Arambaré e Camaquã. Além das polícias desses dois municípios, as buscas envolvem batalhões de cidades como Tapes, Guaíba e Pelotas.

– Nós comunicamos essa ocorrência para todos os grupos para prevenir essa possibilidade de fuga. Esperamos logo mais ter novidades – concluiu o tenente-coronel Jorge Ferreira, comandante do 30° BPM de Camaquã.

Fonte: Fetrafi-RS com Zerohora.com

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster