O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e do Ramo Financeiro do Estado de Mato Grosso (Seeb-MT) e a Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso(SEJUSP/MT) se reuniram nesta sexta, 27 de fevereiro, para tratar de assuntos relacionados a segurança bancária.

Participaram da reunião com o Secretário Justiça, Diogenes Curado, o presidente do SEEB/MT, Arilson da Silva, os diretores, Eduardo Alencar e João Luiz Dourado e a presidente da Federação dos Bancários, Sônia Rocha. Os representantes da categoria bancária demonstraram a preocupação com os constantes assaltos a bancos em Mato Grosso. Perguntado sobre o andamento das investigações, o secretário informou que a SEJUSP/MT tem feito todos os esforços necessários para prender os meliantes e citou como exemplo que todos os assaltantes de Comodoro já foram presos.

O número de agências assaltadas do ano passado pra cá é alarmante. No Banco do Brasil, algumas das agências que sofreram com a falta de segurança foram as de Comodoro, Barra do Bugres, Avenida de FEB, em Várzea Grande e Nova Mutum (264 km de Cuiabá), além de um Pab do Itaú, assaltada recentemente.

O sindicato também entregou carta ao Secretário com diversas reivindicações que visam melhorar a segurança bancária . E solicitou o apoio da SEJUSP/MT para realização de um fórum de discussão entre as Secretarias, Sindicatos, Bancos e entidades de todos estados que possuem altos índices de assalto na região amazônica, dentre os quais, Pará, Mato Grosso, Goiás e Rondônia.

Na reunião foi ainda solicitado ao secretário auxílio na cobrança aos banqueiros, que sempre estão batendo recordes de lucros, para que estes contribuam no processo de minimização da violência. Foi demonstrada também a luta do sindicato para que o legislativo faça leis municipais para exigir que os bancos coloquem vidros blindados e que a porta de segurança seja na entrada das agências antes do auto-atendimento.

"A reunião foi positiva e acreditamos que foi o primeiro passo para uma longa caminhada em busca da integridade física e mental da categoria bancária e da sociedade", finaliza Arilson da Silva.

Fonte: Seeb MT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster