Crédito: Seeb Porto Alegre
Seeb Porto Alegre
Mobilização conquistou importantes avanços

Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira, dia 16, no auditório do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, os funcionários do Badesul aprovaram por ampla maioria a proposta apresentada pelo banco e decidiram o fim da greve, que foi considerada uma vitória dos trabalhadores.

O diretor do SindBancários, Everton Gimenis, fez uma retrospectiva da paralisação do Badesul, que teve duração de 15 dias. “A greve iniciou no dia 2 de outubro, ou seja, 14 dias após o início da greve da categoria nos demais bancos. Desde então, a mobilização não parou de crescer.”

Gimenis também repassou a proposta do banco, que foi recebida na terça-feira, dia 15, pela comissão de negociação dos funcionários do Badesul. Além disso, lembrou da truculência da direção do banco no início da greve.

“Fomos impedidos de entrar no prédio do banco no primeiro dia da greve no Badesul. Já no segundo dia, a direção tentou deslegitimar o movimento num momento importante da greve. Apesar disso, a persistência e a unidade dos bancários foram demonstradas quando eles decidiram permanecer todos juntos e não atender ao chamado de reunião feito pela direção do banco”, disse o dirigente sindical.

Ficou clara a importância que a categoria deu à mobilização deste ano. Nenhum direito é conquistado sem luta. Os trabalhadores, desde sempre, conseguiram ampliar seus direitos somente com unidade da luta.

O SindBancários parabeniza a unidade conquistada entre os quadros dos funcionários do Badesul. Este é apenas o início da luta coletiva no Badesul e é somente desta forma que se pode alcançar mais conquistas.

Os bancários saíram vitoriosos dessa greve por conta da unidade e força demonstradas nesses 15 dias, processo que se iniciou em 2011 e teve seu ápice com essa greve histórica de 2013.

Além da proposta da Fenaban, os bancários do Badesul tiveram ainda outros avanços.

> Índice de 8,5 % para todos os funcionários;

> Término da compensação dos dias de greve para o dia 15 de novembro, um mês antes do que foi acordado com a Fenaban;

> Pagamento do Prêmio Desempenho de R$ 1.100 para todos os funcionários de forma linear, entre os meses de novembro de 2013 a janeiro de 2014;

> Para o quadro permanente, apresentará, em 15 dias após a assinatura do Acordo Coletivo, proposta do Plano de Cargos e Salários para apreciação do quadro, em formato de “consulta”. Em sequência, será apreciada pela Diretoria e encaminhada à aprovação pelo Conselho de Administração do Badesul, ainda no exercício de 2013, devendo ser implementado em março/2014. Já, para o quadro em extinção, no mesmo prazo de 15 dias após a assinatura do Acordo Coletivo, apresentará estudo para a elevação do número de padrões em 3 padrões para a tabela salarial, a ser implementado em março/2014;

> Quanto à flexibilização do ponto eletrônico, a permanência do horário estabelecido (12h às 18h), com flexibilização de até 30 minutos na entrada e na saída, sem gerar ocorrência ou desconto e desde que mantida a jornada diária de trabalho de seis horas;

> Data do plano: dezembro de 2013 com implantação em março de 2014.

A reunião dos representantes do Quadro em Extinção com a presidência do Badesul será agendada até o dia 5 de novembro.

O Badesul Desenvolvimento – Agência de Fomento, constituído em 1997 sob o nome de Caixa Estadual – Agência de Fomento, é um instrumento poderoso de crédito do governo estadual para o estímulo da economia gaúcha.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Porto Alegre

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster