A onda de crimes na modalidade do crime conhecido como "saidinha bancária" vem assustando os soteropolitanos. Os ataques de criminosos ocorrem sempre em regiões nobres da cidade, que apresentam vastas instalações de agências bancárias.

Em apenas duas horas na manhã dessa quarta-feira, 27 de julho, dois casos com três vítimas foram registrados em Salvador, no bairro Pituba. As investigações seguem sob responsabilidade da 16ª Delegacia, que atribui autoria de ambos os crimes para uma mesma dupla.

O primeiro caso aconteceu com dois funcionários da empresa Micro e Soft. Os jovens, que não tiveram os nomes divulgados, foram abordados por dois homens a bordo de uma moto, após realizarem um saque na agência do Banco do Brasil, que fica em frente à Praça Nossa Senhora da Luz.

As vítimas foram seguidas até o portão de entrada da empresa e abordadas pelos assaltantes. Armado com uma pistola, o carona da moto pegou a quantia e fugiu com o comparsa. O crime ocorreu por volta das 11h.

Duas horas depois, outra saidinha bancária foi registrada pela polícia. João Ferreira teve levado uma quantia em dinheiro por bandidos armados, em frente ao Santander do Pituba Ville. A vítima realizou o saque no Bradesco da Manoel Dias da Silva e seguia para fazer um depósito no Santander.

Já no estacionamento da agência, dois homens a bordo de uma moto, portando arma com características semelhantes à usada no primeiro caso, anunciaram o assalto. A dupla fugiu sem deixar pistas.

De acordo com o delegado Marcelo Lins, pelas características dos crimes, é provável que os autores sejam os mesmos.

Fonte: Tribuna da Bahia

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster