CUT repudia má-fé da Folha de S. Paulo

A CUT repudia a má-fé da Folha de S. Paulo que distorce e manipula informações com o claro objetivo de enfraquecer a luta do movimento sindical contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras. Uma nota do Painel da Folha insinua que o governo irá liberar recursos em troca

“Estamos em estado de greve”, alerta Vagner Freitas

A pressão dos trabalhadores e trabalhadoras impediu que a Reforma da Previdência fosse colocada em votação na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (6) como previsto inicialmente pelo governo e sua base golpista. O governo recuou porque não conseguiu os 308 votos necessários para aprovar a nova proposta de desmonte da aposentadoria, que

Bancários vão às ruas com as centrais sindicais e os movimentos populares contra a Reforma da Previdência

Na manhã desta terça-feira (05/12), Dia Nacional de Mobilização, os bancários da Paraíba foram às ruas, juntamente com as Centrais Sindicais e os Movimentos Populares contra a Reforma da Previdência. Trabalhadores do Campo e da Cidade promoveram um protesto em frente ao INSS, em João Pessoa, contra o fim da

Suspensa Greve Geral do dia 5

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais (Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central e CSB) suspenderam a Greve Geral que havia sido convocada para o dia 5 de dezembro. Em nota, a CUT afirma que o movimento sindical tinha decidido que, “se marcar a votação (da reforma da

Greve do dia 5 suspensa porque governo recuou e retirou da pauta do dia 6 votação da aposentadoria

O governo não tem votos suficientes para aprovar a “Reforma da Previdência” e decidiu retirar a proposta da pauta da Câmara dos Deputados, que tinha previsto a votação no próximo dia 6. O movimento sindical tinha decidido que, “se marcar a votação, o Brasil vai parar”. Como não haverá votação na semana

Bancários prestigiam lançamento da Cartilha da Reforma Trabalhista

O Sindicato dos Bancários da Paraíba realizou na noite desta terça-feira (28), no auditório da Entidade, o lançamento da “CARTILHA DA REFORMA TRABALHISTA – COMO FICA A CLT APÓS A REFORMA”, com a participação do Advogado Trabalhista Marcelo Assunção. Bancárias, bancários, dirigentes da CUT Paraíba, o deputado estadual Anísio Maia

Topo