O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) obteve um empréstimo de US$ 250 milhões junto ao JFC (Japan Finance Corporation) e a bancos privados.

A operação, fechada no ano passado, faz parte da estratégia do banco para obter mais recursos a fim de atender ao aumento da demanda por financiamentos em 2009. Diante da escassez de crédito no setor privado, o BNDES deve concentrar ainda mais a oferta de crédito para infraestrutura e investimentos de longo prazo. O orçamento previsto para este ano é de algo entre R$ 100 bilhões e R$ 110 bilhões.

No ano passado, o BNDES recebeu cerca de R$ 2,5 bilhões em recursos de captações externas. Desse total, R$ 934 milhões vieram do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Além disso, obteve R$ 1,6 bilhão em operações de mercado.

Em nota, o banco afirma que tem grande potencial para ampliar o relacionamento com instituições financeiras internacionais. O BNDES ainda mantém conversas com o Bird (Banco Mundial) para uma operação no valor de R$ 3 bilhões.

Segundo o BNDES, o empréstimo de US$ 250 milhões será composto de duas parcelas. Uma delas será feita com recursos do próprio JFC no valor de US$ 150 milhões. A outra virá de bancos privados japoneses no valor de US$ 100 milhões.

De acordo com o banco de fomento, os recursos serão usados para financiar projetos de interesse mútuo entre o Brasil e o Japão, como obras de infraestrutura no Brasil que promovam a competitividade internacional das empresas japonesas. O financiamento poderá ainda contemplar projetos de infraestrutura que melhorem as condições das exportações brasileiras para o Japão.

Até 2005, foram fechados 12 contratos entre o BNDES e o banco japonês de fomento. A última foi de US$ 500 milhões para projetos de infraestrutura e exportação.

Fonte: Folha de São Paulo /Janaina Lage, da sucursal do Rio 

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster