O prazo para o pedido de aposentadoria com abono indenizatório no Grupo Santander Brasil, previsto no acordo aditivo dos trabalhadores do Santander e do Real, foi prorrogado para 17 de abril, sexta-feira.

"É importante frisar que o que está sendo prorrogado é o prazo de solicitação e não o período de aquisição do direito, que foi encerrado no dia 9 de abril", esclarece Mario Raia, coordenador da Comissão de Organização dos Empregados do Santander.

Para entrar com o pedido, o trabalhador deverá preencher o termo específico correto e entregar no RH Operações, pessoalmente ou por Sedex. O endereço é Avenida Paulista 1.374, 6º andar, CEP 01310-100.

A Contraf/CUT orienta seus sindicatos filiados a divulgarem a notícia em suas bases.

Termo com a Cabesp – Os funcionários do Santander, oriundos do Banespa, que desejarem manter a Cabesp após o desligamento, deverão preencher um termo específico (baixe aqui) para esse fim e não terão direito a multa dos 40% do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O documento também está disponível na intranet clicando os seguintes ícones pela ordem: As Pessoas, Políticas de Recursos Humanos, Relações Trabalhistas, Acordos, Convenções Coletivas e Termos.

Termo sem a Cabesp – Os funcionários do Santander que não desejarem manter a Cabesp também deverão preencher termo específico para essa opção (baixe aqui) e terão direito à multa de 40% do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O documento também está disponível na intranet clicando os seguintes ícones pela ordem: As Pessoas, Políticas de Recursos Humanos, Relações Trabalhistas, Acordos, Convenções Coletivas e Termos.

Termo para o Real – Há ainda um termo específico para os funcionários do Real (baixe aqui). Neste caso, também terão direito à multa de 40% do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O documento também está na intranet clicando o ícone Desenvolvimento Humano, depois Acordo e, finalmente, Termos de Opção.

Fonte: Contraf/CUT, com Seeb SP

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster